Eu tinha que escrever

Sobre o amor.

Estou numa busca com Deus, em meio ao que tenho vivido, sobre o que realmente é amar. Porque não sei se eu realmente sei amar e se a gente realmente sabe o que é isso.

Porque o que tenho visto por aí, é gente dizendo que ama mas não sabe demonstrar. Mas sinceramente, eu digo que amo batata frita e chocolate e ao mesmo tempo digo que amo meus pais e amo Jesus. Nós sabemos que existem diferentes tipos de amor, mas acredito que a principal diferença entre eles está nas minhas ações. A batata frita e o chocolate não precisam se sentir amados e o meu amor por eles é totalmente egoísta! Mas meus pais e Jesus precisam que eu demonstre meu amor, e de uma forma humilde. Ou seja, palavras são só palavras. Ações são uma coisa a mais.

Eu posso não saber muito sobre o que é amor, mas eu sei que não são só três palavras que você diz pra alguém com quem gosta de passar tempo, de beijar, de conversar. Não é uma chama que se apaga em uma noite. Não é paixão. Quem ama vai atrás de fazer o outro feliz. Faz você sair da sua zona de conforto, sair daquilo que pra você é óbvio e certo. O amor não é confortável o tempo inteiro. O amor sai das palavras e vai para as ações.

Se Deus apenas nos dissesse “Eu te amo”, mas não tivesse feito nada do que fez e faz diariamente pra nos mostrar isso e pra fazer com que a gente sinta isso, nós iriamos acreditar e querer retribuir esse amor? Nós iríamos nos sentir amados? Acho bem difícil.

“O objetivo do amor não é conseguir aquilo que você quer, mas fazer algo pelo bem-estar daquele a quem ama.” – Trecho de ‘As 5 linguagens do amor’.

Eu ainda não sei quase nada sobre o amor, e tenho um jeito bem falho de demonstrar o meu. Estou buscando em Deus e acho que todos nós devíamos ter essa busca, pois se tem algo em que estamos falhos, como sociedade em geral, é na forma como lidamos com o amor. Nós banalizamos e vulgarizamos o amor. Iludimos uns aos outros com palavras e não sabemos demonstrar nosso amor da forma correta pra quem gostaríamos. E a maioria de nós não sabe o que é amor.

Se você sabe que ama alguém mas não sabe demonstrar ou acredita que tem demonstrado da forma errada, saiba que como em tantas coisas, nós seres humanos somos diferentes na forma de nos sentir amados. A sua forma de se sentir amado, muito provavelmente é diferente da forma com que eu ou sua mãe se sente amada. Temos que ser bons observadores, pesquisadores e persistentes pra descobrir como agradar ao outro. Existem muitas pesquisas sobre as linguagens do amor e afins, e eu com certeza te encorajo a ir atrás disso e também a pedir de Deus que te ajude a saber demonstrar o que você sente de forma correta e humilde.

Sempre lembrando que:

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. – 1 Co 13:4-6

Lembrando também que:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s